Cartola



foto Isaias Mattos

Ainda é cedo, e da janela vejo o horizonte contornando os prédios e os morros da cidade. Penso que mal conheço a vida e já sai por aí sem ao menos saber o rumo que irei tomar.

Presto atenção, mesmo sabendo que estou resolvido, pois em cada esquina é possível se perder. Talvez seja a forma desse mundo moinho me mostrar que sonhos só se transformam em realidade após muita luta, caso ao contrário essas ilusões são reduzidas a pó.

Só espero não deixar de crer no amor, pois com o tempo só se herda o cinismo, até que se percebe em um abismo, que cavastes com os próprios pés. 

*Um tributo a Cartola.

Marcadores: , , , ,