Suicídio Poético

É assim que o filme “Os Famoso e os Duendes da Morte” chega até mim. Um tema delicado sendo tratado de uma forma leve e poética. Cria-se assim a ponte de ferro, sua profundidade se acentua a cada passagem do filme.

Com uma fotografia inspirada fortemente pelo cinema internacional. Conta com uma trilha sonora natural, onde as cigarras predominam e a contraponto as diversas músicas de Bob Dylan que ‘ilustram’ o longa metragem.

Baseado no Livro “Música para Quando as Luzes de Apagam” de Ismael Caneppele e dirigido por Esmir Filho, diretor do famoso “Tapa na Pantera”. É sem dúvida uma boa indicação pra quem gosta de música, fotografia, poesia e silêncio.

Marcadores: , ,