Textículos de Leco




Sabe aqueles dias de faxina imensa entre gavetas, pó e muita, muita tralha? Fico mais "feliz" ainda quando penso que metade do meu dia foi dedicado a apenas 3 gavetas sendo que uma delas é minúscula, mas é claro que tinha um mundo de tralhas nessas gavetas o que rendeu aqueles sacos gigantes, ao melhor estilo Brás lotadinho! Sim sim me senti um porco... Entre diversas coisas (só pra não perder o costume de brincar com o nome da página.) encontro textos antigos, dessas palavras ancestrais de minha vida tem três coisas que eu gostaria de repartir:

"Brigadeiro

Orgasmo repentino
Tesão alucinogéno
Boca molhada
Salivante Harmonia
Doçura eloquente
Respiração ofegante
E a eterna sensação
Do chocolate derretendo
Em sua boca."

"Modificado
Inexplorado
Inconsciente
Indecente
Imaculado
Mas eternamente
Modificado"

"Abra todas as portas de sua casa. Agora encontre a saída da sala!"

Não faço idéia de quantos anos eu tinha quando escrevi isso, mas sei que ainda faz sentido e é bom saber o quanto mudamos, ainda sorrio quando alguém diz que estou diferente...

*Foto da Peça "Homens de Papel" - Direção de Gilesi Ramos

Marcadores: